sexta-feira, 29 de janeiro de 2010

terça-feira, 26 de janeiro de 2010

Uma musica pra um livro

Nos estamos precisar inovar né? Então chegou a nova serie de post Uma musica pra um livro. Eu vou por algumas musicas de vez em quando que cabe em um filme ou livro... Mas nem sempre a musica cabe pro livro td, as vezes é apenas pra uma parte.

A musica de hj é...
Luka - Memorias de Uma boneca de Cristal


Vcs devem estar se perguntando o pq de eu ter escolhido uma musica de uma cantora que ja saiu de moda faz muito tempo.1º msm ela saindo de moda eu adoro as musicas dela. 2º essa musica fica muito perfeita pra cena que lhes direi agora:

a cena que cabe nesta musica é a cena do filme Lua Nova. É aquela cena depois que Edward larga Bella e mostra ela chorando e gritando nos sonhos. Essa musica fala de como ela mudou depois do abandono. E se perdeu nesta dor. Então quero saber as suas opiniões.

Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 e 2 serão lançados em versão 3D!



Oi gente, tem um tempão que eu não ponho algo legal né? então pra felicidade da nação potteriana estou com a notica que foi a bomba do dia! Eu queria ter postado mais cedo, mas quem segue o meu twitter oficial sabe que eu postei que o firefox tava brincando comigo logo na hora que eu ia postar isso! então ai vai a noticia bombastica!


Parece que a Warner investirá pesado em Harry Potter e as Relíquias da Morte – Parte 1 e 2, já que um anúncio oficial sobre o assunto em questão deve sair em breve. A Warner lançará ambas partes de Relíquias da Morte em versão 3D (Igual Avatar!)

Mas a diferença entre lançar um filme inteiramente em 3D é diferente do que por exemplo lançar em IMAX (onde apenas algumas cenas são nesse formato). A Warner deve fazer o anúncio oficial em breve, mas ela acrescentou mais 5 milhões no orçamento de cada filme para a transformação da imagem normal para 3D.

Isso significa que quando os filmes forem lançados no cinema, teremos a opção de assistir em salas com o óculos 3D ou com a opção em salas normais ou até mesmo, no formato IMAX com a tela gigante. São diversas formas que a Warner trará aos fãs para fechar com chave de ouro essa série de tanto sucesso!

7 Potters, o Casamento, Ministério da Magia, Batalha de Hogwarts, Gringotes, Mansão dos Malfoy são cenas que tenho certeza que todos querem ver com maior detalhes e como se estivessem dentro do cinema!


É claro que eu to pirando! Pottermaniaca desde quando me conheço por gente, eu fiquei muito feliz quando saiu essa noticia. Eu não sei mais qual cena esperar mais pra ver em 3D! Axo que todas!!

Então até mais gente!!
bjos Tijolinha (@tijolinha)

Fonte: oclumencia

segunda-feira, 25 de janeiro de 2010

Resenha: Kristen E Dakota Arrasaram Em The Runaways


AAAAAAH!! Eu to pirando aqui! Esse filme vai ser perfeito e eu não aguento mais esperar. Vamos ver agora o que o site Collider tem a dizer deste filme maravilhoso que passou ontem no Sundance Film Festival:

Com performances fantásticas de Kristen Stewart, Dakota Fanning e Michael Shannon, The Runaways alcançou o sucesso no Sundance Film Festival desse ano. Baseado no livro: Neon Angel: The Cherie Currie Story de Cherie Currie, The Runaways conta a história de outros tempos da banda de rock adolescente The Runaways, e como elas se juntaram em meados de 1970. Kristen Stewart estrela como Joan Jett, Dakota Fanning é Cherie Currie, e Michael Shannon estrela como o super excêntrico Kim Fowley – o homem que reuniu a banda The Runaways.

Enquanto havia muito debate se o filme iria mostrar uma descrissão desregrada do que The Runaways realmente passou nos anos 70 – como o uso de drogas e pegas entre membros da banda – não só o filme mostra uma visão de tudo o que aconteceu com a banda – algumas vezes você vai sentir como se estivesse assistindo um documentário, já que Stewart e Fanning estão realmente cantando e tocando no filme, e as duas demonstram performances cheias de inspiração.

A primeira coisa que se precisa saber, se você está desejando que tivesse ido ao Sundance para ver The Runaways, é que Apparition comprou o filme, e ele vai ser lançado na América no dia 19 de Março de 2010. Então é apenas uma curta espera.

O filme começa em 1975, em Los Angeles. Nós somos rapidamente apresentados à Joan Jett e à Cheria Currie, e ao que elas estão passando, em suas vidas.

Jett era uma solitária tentando resolver sua aparência e um jeito de tocar guitarra quando mulheres eram consideradas groupies, e não membros de bandas. Ao mesmo tempo, Cherie Currie era uma garota do décimo ano, que idolatrava David Bowie e saía nos mesmos clubes locais que Jett. Quando Joan Jett vai até Kim Fowley do lado de um clube, ela lança a idéia de uma banda de rock de garotas, de depois de alguns ensaios improvisados, e algumas audições, nasceu The Runaways.

É quando o grupo está se formando que nós temos algumas incríveis cenas de Michael Shannon com Kim Fowley. Também, para ajudar a preparar o grupo para a estrada e para o que é ser uma estrela do rock, Fowley faz as garotas passarem por um acampamento de banda, onde ele as ensina as ‘regras’ e transmite alguns diálogos importantes. Lembre-se, naquela época, uma banda toda de garotas nunca tinha sido feita, e Fowley percebe que ele pode ter um grande hit nas mãos. Finalmente, depois de algumas festas locais, a banda pega a estrada e nós assistimos enquanto The Runaways fazem seus grandes momentos.

Enquanto a jornada é revelada, as adolescentes estão tendo experiências com drogas, com as sua sexualidade, e sobro como sobreviver como uma banda, o qual Cherie Currie foi longe demais em quase todos os sentidos.

Novamente, as performances são fantásticas em todos os sentidos, e Kristen Stewart e Dakota Fanning realmente me impressionaram com as suas interpretações dessas estralas do rock ainda vivas.

O que eu realmente gostei sobre o filme é que ele não toma nenhum lado sobre a história do The Runaways. A escritora/diretora Floria Sigismondi pinta um retrato realista de Los Angeles em 1975, e do que está acontecendo nas vidas de Joan Jett e Cherie Currie. Nós podemos ver como cada uma delas viveu e o que as uniu. E depois que elas ficaram famosas e entraram na indústria das gravadoras, Sigismondi mostra, não a história de julgamento e condenação, mas simplesmente como a ela aconteceu. A história tem altos e baixos suficientes para que ela não precisasse usar uma ‘mão pesada’ na hora de contá-la, como alguns outros roteiristas teriam feito.

A outra coisa para se saber sobre o filme, é que, enquanto ele tem o apoio de um ótimo elenco, apresentando Scout Taylor-Compton (Lita Ford), Alia Skawkat (Robin, que é uma combinação fictícia de todas as pessoas que tocaram baixo na banda), e Stella Maeve (Sandy West), é que eles afastaram para músicos de fundo apenas em algumas cenas. Sigismondi focou no relacionamento Jett-Currie-Fowley, e foi uma decisão inteligente, que compensou.

E é claro, o que seria de uma análise de The Runaways sem mencionar a comentada cena do pega entre Kristen Stewart e Dakota Fanning?

Sim, o filme tem essa cena, mas é feita com muito bom gosto. Você nunca vai achar que Sigismondi está usando nenhuma das atrizes mais do que o necessário, para mostrar que as duas tiveram uma noite juntas. Mas vai ser muito interesante ver o que os fãs de Twilight vão pensar dessa cena, principalmente a base de fãs adolescentes de Stewart.

Minha maior pergunta é o que os pais vão fazer com seus filhos que querem ver Kristen Stewart como Joan Jett? Mesmo que o filme não glorifica nem condena nenhum ato questionável, você vê Kristen Stewart (e Dakota Fanning) usando drogas, beijando garotas, e andando por aí usando poucas roupas. The Runaways é um filme R-rated, que explora uma era diferente, e eu acho que dependendo da criança, alguns pais vão ter que dizer que enquanto mesmo que Kristen Stewart interpreta Bella Swan e Joan Jett, Bella Swan não é nada como Joan Jett.

Considerações Finais

Alguns dos filmes de Sundance tem muita falação antes do festival, e The Runaways vai fazer levar sua energia de Sundance para os cinemas em Março, e deve ser capaz de ganhar muito dinheiro da audiência mundial. Também, com uma trilha sonora incrível e uma representação honesta de The Runaways, a banda deve aproveitar um crescimento nas vendas, por causa de muitos novos fãs conhecendo suas músicas.

Mas mais do que qualquer coisa, The Runaways é um ótimo filme, cheio de performances reais e honestas dos atores principais, experientes e talentosos.

Definitivamente recomendado.




Mamãe, deixando ou não eu vou tentar arranjar um jeito de ver esse filme! Não aguento mais esperar esse filme! A Kiki e a Dakota devem ter arrasado ali!

Bjos. Tijolinha (@tijolinha)

Fonte: Foforks

sábado, 23 de janeiro de 2010

Dica de livro


Como uma boa leitora compulsiva e fãs de vampiros as vezes eu preciso de umas dicas. Quem frequenta o Foforks já deve ter visto na coluna direita umas dicas de livros. Foi lá mesmo que eu conheci O Beijo das Sombras. Gostei da sinopse e fiquei enchendo a paciencia da minha mãe pra me dar, incomodei tanto que ela deu!! rsrsrs!! Mas hoje eu não vim aqui pra dizer da minha relação com O Beijo das Sombras, e sim pra dizer como eu amo esse livro e dizer o que nele diz. aqui vai a nossa querida sinopse:

Você foi beijada pelas sombras! Você tem que tomar conta dela! Quanto mais Lissa usar essa magia, pior vai ficar. Impeça-a, Rose. Impeça-a antes que descubram, e a levem embora também. Tire-a daqui. Salve-a de si mesma!

Lissa Dragomir é uma adolescente especial, por várias razões: ela é a princesa de uma famí lia real muito importante na sociedade de vampiros conhecidos como Moroi. Por causa desse status, Lissa atrai a amizade dos alunos Moroi mais populares na escola em que estuda, a São Vladimir. Sua melhor amiga, no entanto, não carrega consigo o mesmo prestí gio: meio vampira, meio humana, Rose Hathaway é uma dampira cuja missão é se tornar uma guardiã e proteger Lissa dos Strigoi - os poderosos vampiros que se corromperam e precisam do sangue Moroi para manter sua imortalidade. Pressentindo que algo muito ruim vai acontecer com Lissa se continuarem na São Vladimir, Rose decide que elas devem fugir dali e viver escondidas entre os humanos. O risco de um ataque dos Strigoi é maior, mas elas passam dois anos assim, aparentemente a salvo, até finalmente serem capturadas e trazidas de volta pelos guardiões da escola.

Mas isso é só o começo. Em O beijo das sombras, Lissa e Rose retomam não apenas a rotina de estudos na São Vladimir como também o conví vio com a fútil hierarquia estudantil, dividida entre aqueles que pertencem e os que não pertencem í s famí lias reais de vampiros. São obrigadas a relembrar as causas de sua fuga e a enfrentar suas temí veis consequências. E, quem sabe, poderão encontrar um par romântico aqui e outro ali. Mais importante, Rose descobre por que Lissa é assim tão especial: que poderes se escondem por trás de seu doce e inocente olhar? Richelle Mead dá uma nova face à literatura vampiresca com este romance: mais ácida, apimentada e inteligente do que nunca, a saga dos Moroi e seus guardiões surpreende pelas reviravoltas e pela ousadia desses cativantes personagens.

A Sinopse pode ser meio estranha, mas eu aconselho. quem não leu ainda ta perdendo tempo!!

bjos Tijolinha (@tijolinha)

quarta-feira, 20 de janeiro de 2010

Saga Crepúsculo poderá ter continuação


Tudo bem, aqui em casa eu gritei! Mas eu não vou gritar aqui por que vai encher de A's. E texto aqui não vai ter. E sim, você não está louca[o], temos a possibilidade de ter uma continuação. Agora vamos a palavra da nossa Tia Steph:

“Existe a possibilidade de eu voltar para fechar algumas portas que ainda ficaram abertas”, disse Stephenie Meyer sobre um possível quinto livro.

Stephenie Meyer disse algumas vezes que não daria continuidade à Amanhecer, quarto e último livro da saga Crepúsculo, mas parece ter mudado de ideia. Em entrevista àEntertainment Weekly, Meyer contou que ainda existe possibilidade de escrever um novo livro baseado no romance vampiresco.

A autora dos best-sellers que deram origem aos sucessos cinematográficos estrelados por Kristen Stewart (no papel da humana Bella Swan) e Robert Pattinson (na pele do vampiro Edward Cullen) afirmou que, apesar de não estar escrevendo nada no momento, os fãs ainda podem ter esperança de conferir mais um livro para a série. “Não posso dizer que encerrei com Crepúsculo para sempre”, disse à publicação. “Não trabalharei com nada relacionado a isso por um tempo, mas existe a possibilidade de eu voltar para fechar algumas portas que ainda ficaram abertas.”


Bem faz a My, que evita ler Fic's PBD pq acredita que Tia Step fara continuação.

Bjos.Tijolinha (@tijolinha)

Fonte: Foforks




terça-feira, 19 de janeiro de 2010

Gravação De Amanhecer Antes De Junho?


Hoje eu vou ser boazinha. Podem gritar a vontade com esse titulo!!! Eu também to gritando de felicidade.A unica coisa que eu senti falta nesse texto é que não disseram se vão ou não gravar aquela parte aqui mesmo no Brasil ou então em um estudio.O unico jeito então é ter fé.

Onde filmarão Amanhecer?
Exclusivo

Algumas coisas não-relacionadas aos livros foram atualizadas para vocês, fãs de Twilight, e tem a ver com as locações dos sets de filmagem [de Amanhecer], em resposta à enxurrada de e-mails diária que recebo contendo informações relacionadas à produção do 4º e possivelmente 5º filme(s).

Vocês devem se lembrar que fui a primeira a contar que, devido ao drama das taxas de crédito e dos incentivos fiscais concorrentes, Portland tournou-se um local mais viável. Apesar de relatos de todas as origens, até mesmo durante esse fim de semana, nenhuma decisão definitiva foi tomada. Dito isto, Vancouver continua sendo a primeira escolha da Summit, embora a situação do crédito fiscal ainda não ter sido combinada.

Minhas fontes me disseram exclusivamente que representantes da Summit reuniram-se com o governo de British Columbia pouco antes do Natal, para ver se poderia ser feito um acordo favorável. Essa reunião se encerrou com NENHUM compromisso assumido pelos representantes do governo, que explicaram que eles não estavam preparados para encarar uma nova carga de impostos, a menos que após as Olimpíadas. Já a Summit esperava tomar a decisão [de começar a gravar o filme] mais cedo.

Além disso, muitos membros da equipe que trabalhou em New Moon e Eclipse estão agora trabalhando no novo programa da Fox, Human Target (filmado em Vancouver), que teve uma estréia sólida na ultima noite. Até dois dias atrás, eles não foram informados de qualquer movimento para voltar à saga Twilight. Ainda.

Houve uma certa agitação com algumas empresas de efeitos especiais do local de que um contrato estaria a caminho, antecipando a data de início das gravações, que seria em Junho. O momento é animador para quem está aguardando por um retorno de Twilight. Isso permitirirá 3 meses de preparação antes dos testes de fotografia, no princípio de Setembro. Por isso, parece promissor… mas ainda há muitas variáveis em jogo. Manteremos vocês informados.


Sobre esse texto eu não tenho muito o que comentar, mas eu realmente estou muito anciosa pra Amanhecer.

Bjos Tijolinha (@tijolinha)

Fonte: Foforks

Filmagens de Piratas do Caribe 4 no meio do ano


Nossa, parece que eu to tirando o dia pra falar de grandes produções, porque lá vem mais um: Piratas do Caribe. eu tenho que assumir, eu nunca vi esse filme e sou doida pra ver o lindo do Jonny Depp como esse maravilhoso pirata. A quarta produção vai começar a filmagem esse ano e já estou ansiosa. olhem agora o que achei sobre ela:

Linda Lingle, governadora do Havaí, anunciou hoje que a Walt Disney Pictures e a Jerry Bruckheimer Films vão começar as filmagens dePirates of the Caribbean: On Stranger Tides no verão norte-americano (inverno brasileiro) nas ilhas de Kaua’i e O’ahu.

A produção deve gerar cerca de $85 milhões em gastos diretos e indiretos no Havaí, impulsionando ainda mais a economia do estado, bem como a criação de centenas de empregos para os moradores locais.

Johnny Depp retornará como o pirata Jack Sparrow no longa-metragem, que contará com direção de Rob Marshall (Chicago), substituto de Gore Verbinski.

Baseado no livro Tim Powers, o longa, que contará com roteiro de Terry Rossio e Ted Elliot, tem previsão de estreia para maio de 2011.


Ta, agora pasmei! Não sabia que Piratas do Caribe era um livro. A partir de quando eu vou parar de mee surpreender com as grandes produções? A maioria foi baseado em algum livro.


Bjos Tijolinha (@tijolinha)


Fonte: Pipoca Combo

Produção de Peregrino sendo finalizada!


Vamos sair um pouquino desse mundo de Homem-Aranha também e lembrar das Cronicas de Narnia! Acabei de saber que o 3º filme desta serie de 7 grandes livros, A viagem do Peregrino da Alvorada já esta em etapa final. Disseram que eles usaram o maior tanque de agua da historia. claro, a historia se passa em pleno mar (desculpe o spoiller). Agora vamos a pequena observação que tenho pra vocês.

Este mês, As Crônicas de Nárnia: A Viagem do Peregrino da Alvorada terá sua produção finalizada para o filme Sanctum do diretor James Camaron/Andrew Wight poder usar o maior tanque de água do pais.

Uma coisa eu tenho que dizer, eu estou doida pra que chegue dia 10-12-2010. já até marquei esta data no meu calendario.
E que viva Aslam e Narnia.

Bjos Tijolinha (@tijolinha)

Fonte: Mundo Narnia

Taylor Como Homem Aranha?!?!



Ta bom, agora eu vou ter que pensar muito! Tão falando que todos os grandes novos atores é que vão ser o Spider-Man. Mas nem olharam direito se vai ter algum filme. Vamos ver o que els tem a dizer:

Tem apenas alguns dias desde que a notícia surgiu de que Homem Aranha começaria a ser filmado em 2012. Desde então, houve nada além de rumores sobre quem vai ocupar o lugar de Tobey Maguire.

Honestamente, é ridícula a quantidade de besteira por aí sobre quem a Sony está considerando para o personagem título da franquia. Estamos referindo especificamente ao ator de Twilight, Robert Pattinson. Atire uma pedra (ou mais apropriadamente vá à ferramenta de busca do “Google News”) e você encontrará toneladas de artigos falando que o galã já assinou contrato e está pronto para se pendurar nos cabos de aço.

Decidimos fazer uma pequena pesquisa (Leia-se: fazer alguns telefonemas). Assim, podemos dizer com absoluta certeza que Pattinson não está na corrida para o papel. Um número de razões – a principal delas “Ele é muito velho” nos disseram.

Por outro lado, nós sabemos para o fato que sua co-estrela em Twilight (e rival na tela), Taylor Lautner, na realidade foi a uma reunião com os produtores de Homem Aranha. Para qual papel nós não sabemos. Lembre que este novo filme trará o personagem de volta ao colegial. Portanto, não é automaticamente ele para interpretar Peter Parker. Harry Osborn e Flash Thompson vêm à mente. Ao contrário de Pattinson, ele está na idade certa para interpretar um estudante do ensinomédio aos 17 anos.

Além disso, os atores estão se reunindo com os cineastas o tempo todo. Estamos falando de procedimento operacional padrão aqui, pessoal. Não é uma grande coisa. Isso não significa nada. Portanto, não comecem a ficar loucos gritando: “Esta é a pior coisa que aconteceu com o Homem Aranha desde Os Clones!”.

Estamos apenas dizendo isto apenas para colocar as coisas no lugar em relação a todos esses rumores bestas de escalação de elenco. Não diferente do próximo Super Homem (uma vez que teremos um outro!), acho que você está procurando por um elenco desconhecido sendo escalado – alguém cuja posição na indústria esteja baixa e se comprometa facilmente a um negócio com múltiplos filmes.



Não to gostando nem um pouquinho desse novo Homem-Aranha, acho que o antigo estava muito bom. E não entendo por que o tiraram. Mas o Tay vai ficar mais estranho ainda. Mas o Rob não é tão velho assim, todo mundo que já viu ou leu Crepusculo sabe muito bem que ele interpreta um vampiro que tem eternamente 17 anos! O Pessoal do Foforks estão dizendo que o Jackson Rathbone é melhor pra esse papel. Acho que o nosso Girafinha (apelido que eu e Bih demos pra ele) poderia dar certo.

Bjos Tijolinha (@tijolinha)

Fonte: Foforks

Tobey Maguire pode mesmo ser Bilbo Bolseiro


Agora vamos sair um pouco do mundo de Twilight. Alguns ainda não sabem, mas outros já sabem que O Hobbit, o livro base da trilogia O Senhor dos Aneis, vai virar filme também. E parece que Bilbo Bolseiro, aquele que abandonou o pessoal no meio da festa, será interpretado pro Tobey Maguire, o Spider-Man. Agora vejam a reportagem:

Com o findar da atual série do Homem-Aranha, Tobey Maguire agora está livre e desempedido. Sem cronogramas para cumprir e com a carreira em boa posição com a última indicação ao Globo de Ouro, o ator voltou a ser um dos fortes nomes para assumir o papel de Bilbo Bolseiro em O Hobbit, produção de Peter Jackson e dirigido por Guillermo Del Toro.

A confirmação aparentemente (e assim deve ser tratado já que ainda é um rumor) chegou através do IMDB que, por sua vez, conseguiu a informação por meio doAMC, cujo editor disse em seu twitter que tem fontes seguras que alegam estar Tobey Maguire de fato na produção de O Hobbit.


Tudo bem, eu nunca vi os filme de O Senhor dos Aneis, mas li os livros!!

Agora que O Hobbit vai virar livro eu to louca pra ler!!

Mas tenho certeza, eu nunca imaginei o Bilbo tão bunitinho.


Bjos Tijolinha (@tijolinha)


Fonte: Pipoca Combo




Taylor Considerado O Pior Do Globo De Ouro

Antes de postar isso e assinar minha setença de morte, vou dizer que eu amei ficar esse tempo e conversar com vcs!
E que eu não gostei nem um pouquinho desta reportagem e só vou postar que eu queria espor as ideias de outras pessoas (e queria irritar Bih). Agora vai a reportagem:

O Pior: Taylor Lautner

Este é o último. E é o pior. O PIOR. O aparecido. O horripilante aparecido. O que está acontecendo com ele?

Você sabe, Tom Ford estava lá na noite passada. Ele poderia ter ajudado. Esse garoto precisa de ajuda. Porque aqui está: Taylor Lautner é tão dolorosamente sem-noção.

Ele é bonitão. Ele tem 18 anos. Ele é a estrela principal de uma franquia (Twilight), teria apenas assinado para outra grande franquia (Max Steel), ele namora a Taylor Swift, ele é amigo da Kristen Stewart … Porque é que Taylor Lautner, ele é tão dolorosamente sem-noção?

É o ensaiadinho Taylor Lautner. É super-ensaiado em todas as entrevistas. É o PERFEITA DIC-ÇÃO, perfeita PRO-NUUUUUN-CIA de TOOO-DAS AS PA-LA-VRAS.

Viram? Nada legal. E não como Michael Cera costumava ser um legal sem-noção. Ou um sem-noção bonitinho como Cory Monteith. Apenas sem-noção. E ponto final.

Você está prestes a dizer-me que eu sou uma *&%#@§. Que eu deveria entender que os adolescentes são desajeitados. Certo. Eles são desajeitados. Eu entendi.

Mas esse garoto posar com a camisa estilo Brad Pitt na capa da Rolling Stone. Eles não estão vendendo esse garoto como desajeitado. Eles estão vendendo esse garoto como um gostosão. E a embalagem não se enquadra com o produto. Ou talvez não. Aparecido, falso, produzido demais, diz todas as coisas certas…

Cada pergunta de Taylor Lautner noite passada resultou na mesma:

Estou animado com Valentine’s Day, o meu novo filme! Putz, vão ver, vai ser demais!

Duas palavras vêm à mente. Você sabe o que são?

TOM CRUISE.



Eu tambem queria dizer que eu não entendi o que a mulher que escreveu esse artigo pensou ao dizer que o Tay tentava imitar o Tom Cruise.
Como o pessoal do foforks disse, ele ás vezes parece certinho demais. Só que não é motivo de dizer essas baixarias aqui não né?

Fonte:http://foforks.com.br/ - Foforks

segunda-feira, 18 de janeiro de 2010

Booboo Tocando Com Seu Amigo Davin

Gente, pra provar pra senhorita Bih que eu não to de olho no Taylor dela, vem aqui um video do meu perfeito e lindo Boo Boo tocando com seu amigo!!!
OMG! Ele toca muito!!



1º: Eu amo o meu Boo Boo, tirem o olho meninas!!
2º: Eu quero ser aquela gritarra!!
3º: Boo Boo PEGAELLLLL!!!

Rob Vai Ou Não Vai Ao Oscar?


Robert Pattinson dá o bolo no Oscar

O protagonista da saga Crepúsculo poderá usar a desculpa de problemas com sua agenda para não comparecer à cerimônia.


Robert Pattinson revelou mais uma vez o quão pouco gosta de eventos sociais e deu o bolo no Oscar. O ator da saga “Crepúsculo” decidiu não participar dos prêmios cinematográficos mais importantes, disse Adam Shankman, um dos produtores da 82ª edição do Oscar. Shankman disse duvidar que Robert Pattinson vá à festa de gala.

A desculpa possível que Robert Pattinson poderá usar é a sua agenda lotada, embora todo mundo desconfie que essa não é a verdadeira razão. O jovem ator também não compareceu à 36 ª edição do People’s Choice Awards, em que ‘Lua Nova’ arrasou, mesmo tendo levado três prêmios. Um deles era o de melhor franquia, um prêmio no qual o próprio Pattinson estava incluído.

Apesar da negação, os organizadores dos prêmios cinematográficos mais importantes continuam tentando que o jovem astro participe das cerimônias, consciente do grande apelo que Robert Pattinson exerce. Até agora, parece que as tentativas estão falhando, e teme-se que o mesmo aconteça com o sua parceira na vida real e na ficção, Kristen Stewart.

A questão é o que Robert Pattinson irá fazer se finalmente for indicado por um dos seus filmes, algo que pode acontecer, porque ele conta com várias opções.

Quem certamente deseja ser visto é seu companheiro de elenco, Taylor Lautner. O jovem ator é uma figurinha carimbada nesses eventos, como foi demonstrado ao ser um dos apresentadores do Globo de Ouro.


Nossa, se o Rob não for ao Osca eu vou ficar tão triste!!

A presença dele vai ser uma estrela brilhante a menos lá!!

ainda bem que tem o Taylor...

PS. Por favor Bih, diga que não leu isso!!

bjos Tijolinha (@tijolinha)

Fonte:http://foforks.com.br/ - Foforks


Taylor Fala De Breaking Dawn


Além de colocar seu melhor sorriso no rosto no vermelho tapete da noite do Golden Globe Awards (com um terno Calvin Klein), no Beverly Hilton Hotel, a estrela de da Saga Twilight: New Moon, Eclipse, e de Valentine’s Day, Taylor Lautner também subiu ao palco para apresentar entre todas as melhores estrelas de Hollywood presentes no evento.

Voltando ao tapete vermelho, porém, Lautner distribuiu algumas entrevistas, incluindo uma em que ele falou sobre seus trabalhos programados (incluindo Breaking Dawn).

Segundo ele, apenas Valentine’s Day é certo, e se Breaking Dawn está por vir, vai ser rodado em Vancouver ou Portland (ele acha), mas ele ainda não foi informado em um sentido ou outro.

Como um aparte, Anna Kendrick não recebeu o Globo de Ouro de melhor atriz coadjuvante, mas o prêmio foi dado à Mo’Nique (estrela de Precious), que fez um discurso muito sincero de aceitação do prêmio.


Ah, ele não falou o que eu queria, quando começa as gravações, mas isso serve pro gasto... É uma pena que o nosso querido Tay não tenha ganhado nenhuma categoria! Mas ligo não, ele já ta em uma categoria minha. A categoria: Lobinho do coração.

Ai se Bih lê isso eu prometi o Tay pra ela e o Boo Boo pra mim!


bjos Tijolinha (@tijolinha)

Fonte: http://foforks.com.br/ - Foforks

‘Aline’ está confirmada na Globo


Pelo visto a ,obilização de Maria Flor deu certo, Aline voltará pras telinhas!!

A serie foi baseada em uma historinha em quandrinhos onde conta a historia de Aline e seus 2 namorados, os conflitos, o ciume, a TPM. A serie fez milhares de adolescentes, e até adultos, ficarem grudadinhos na telinha até tarde...

As gravações estão previstas pra junho e estreiaram em outubro!


Eu axo que estão demorando demais pra recomeçar a serie! E assumo, eu era uma pessoa que ficava até tarde em frente a TV pra vê-la. Tbm a minha cama tava quebrada na epoca e eu ficava com o colchão no chão!! [rsrsrsrs]

Bjos Tijo (@tijolinha )

Jessie Cave acha que Lilá recomendaria a série Crepúsculo


Pelo visto não é só eu que axa que essa briga entre Harry Potter e Crepusculo pura idiotisse... A Atriz Jessie Cave, a Lilá de Harry Potter, fez uma entrevista com
a Scholastic e acha que a personagem recomendaria a Serie Crepusculo. Veja agora a entrevista:

JESSIE CAVE
Entrevista com a atriz de Lilá Brown

Scholastic ~ Ratha M.
15 de janeiro de 2010
Tradução: Daniel Mählmann

Nas últimas semanas, eu trouxe a vocês entrevistas com Tom Felton e Bonnie Wright (Draco e Gina), e os gêmeos Phelps (Fred e Jorge). Agora estou de volta, e você sabe o que isso significa – outra entrevista do filme Harry Potter! (Insira suspiros aqui) Adivinha quem? Vou te dar algumas pistas.

Pista #1: Ela tem uma grande queda por Rony Weasley.
Pista #2: Sua melhor amiga é a Parvati Patil.
Pista #3: Seu nome é uma cor.

Se você adivinhou a Lilá Brown, está correto! A nossa correspondente Marie Morreale viajou a Londres aos sets de Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 para entrevistas com o elenco, e teve a chance de conversar com Jessie Cave, que interpreta a Lilá nos três últimos filmes. (Lilá foi interpretada por atrizes diferentes nos filmes anteriores).

Quando você estava lendo os livros Harry Potter, você se via como a personagem?
Não mesmo, muito pelo contrário. Quero dizer, na verdade, estranhamente eu reli Enigma do Príncipe por volta de seis meses antes de ser chamada para uma audição. E quando li o livro pela primeira vez, não gostei da Lilá de maneira alguma, e a achei realmente irritante. Então lê-lo novamente comigo em mente a interpretando foi muito diferente. De repente, percebi que na verdade ela simplesmente tem essa grande queda por um garoto. E ela acaba ficando de coração partido também. Então eu tive uma grande empatia por ela, ao invés de realmente não gostar dela.
[Ratha: Eu concordo!]

Ela provavelmente é uma das personagens que os fãs realmente não gostam. Qual foi a reação deles com você?
Eu recebi montes de cartas realmente adoráveis elogiando a Lilá e achando que Rony e Lilá deveriam ficar juntos e coisas assim. Não sei. Acho que ela é uma fonte de humor no filme. Ela não é uma caricatura, mas está muito próxima de uma caricatura e acho que a resposta à ela é engraçada.

Alguma vez você teve alguma queda como essa por alguém?
Bem, eu tentei. Eu não fui tão bem sucedida quanto Lilá, mas me lembro de simplesmente ter essas enormes quedas por garotos na escola. Lembro-me de encontrar um calendário [horário de aula] de um dos garotos que eu gostava, e eu e as minhas amigas o seguíamos por aí. Nós sabíamos onde ele estava durante todo o seu dia escolar. Eu costumava andar em frente à janela da sua sala de aula achando que iria fazer algum diferença. Que ele iria me ver. Eu era simplesmente patética. Não deveria estar repetindo isso agora! Eu tinha 14 ou 15 anos. Simplesmente patética!
[Ratha: Não se preocupe, todas nós já fizemos isso!]

Foi estranho entrar em uma série estabelecida onde essas pessoas cresceram juntas? Você teve aquele tipo de vibe “garota novata na cidade”?
Sim, foi incrivelmente estranho, uma vez que eu os assistia nas teolonas e lia os livros desde que era jovem. Mas foi um alívio conhecê-los e perceber que eles são realmente muito normais. Eles foram todos amáveis e acolhedores. Foi uma experiência brilhante.

Com quem você acha que é mais ligada?
No set? Definitivamente Emma [Watson, que interpreta Hermione]. Eu realmente me dei bem com a Emma. Eu a achava brilhante.

Como foi beijar o “Rony Rony” (Uon-Uon) em Enigma do Príncipe?
Foi estranho! Foi tão estranho, principalmente porque era o meu primeiro dia de filmagens. Você realmente vái até o fundo. Havia tantas pessoas no lugar também, então foi muito assustador. Mas, também por causa disso, por causa das pessoas no set, foi bastante fácil fingir por um minuto que você está nesse mundo.

Quantas vezes você teve que fazer essa cena?
Algumas vezes. Como havia diferentes ângulos, foram dois dias de filmagens!
[Ratha: Hmm... aposto que eles passaram muito protetor labial.]

Foi fácil ou difícil, para você, interpretar a personagem?
Ela era realmente muito liberdatora de interpretar. Seria bom ser livre como ela com suas emoções e seus sentimentos, e declarar seu amor às pessoas. Ela é bastante enérgica e por isso é muito divertida de interpretar.

Qual é a melhor lembrança que você vai levar?
Acho que a melhor lembrança será o meu último dia de filmagens [Enigma do Príncipe] e nós fomos à Gemialidades Weasley, que eu simplesmente amo, porque costumava ser uma ilustradora. Eu fiz Artes. E cada caixa de doces era decorada e projetada e era linda, e eu me lembro de pensar “Isso é brilhante”. Mas não apenas por isso, é esse dia porque eu sabia que estava chegando ao fim das filmagens. Foi um dia tão lindo e eu me lembro de estar tão feliz por estar nesse filme, lembro-me de ter simplesmente amado tudo sobre ele.
[Ratha: Isso é incrível. Acho que são desses momentos que nós temos "flashes" de vez em quando e então, colocado tudo sob perspectiva, nos faz realmente apreciar nossas vidas.]

Qual livro você acha que a Lilá recomendaria ler?
Provavelmente algo como a série Crepúsculo (para pessoas com mais de 12 anos), porque ela é tão romântica e tem uma grande história de amor acontecendo neles. Então eu acho que ela iria lê-los e iria querer se apaixonar por um vampiro.

Se você pudesse interpretar outra personagem na série Harry Potter, quem seria?
Eu adoraria interpretar a Professora Trelawney ou a Professora DOlores Umbridge, porque elas são personagens excêntricas e eu amo os óculos que a Trelawney usa.

Aí está! Continue lendo os livros Harry Potter e espere por mais entrevistas com o elenco de Harry Potter, trazidas direto do Ink Splot 26 para o seu cérebro… à medida que nós nos aproximamos do momento mágico – o lançamento de Harry Potter e as Relíquias da Morte: Parte 1 em 19 de novembro de 2010.


Quando eu li essa entrevista até me surpreendi, sei que não tem nenhum tipo de concorrencia, mas foi legal o que ela disse sobre a serie. Espero que ela tenha lido =]

Bjos Tijolinha (@tijolinha )

Fonte: http://arquivo.potterish.com/?p=ini - Potterish

Premiação do Globo de Ouro

Chegou o grande dia!!! Enquanto ontem rolava o Globo de Ouro, eu estava aqui doida pra ver todas as premiações!! Eu não vi o video todo, mas consegui a lista desta grande premiação do cinema e da TV. Pelo visto nosso querido New Moon não ganhou, mas o grande filme da Anna Kendrick, Up In The Air, saiu com uma premiaçãozinha.... Confira a lista completa:

Melhor Atriz Coadjuvante em drama: Mo’Nique

Melhor Atriz de Comédia de TV e Musical: Toni Collete

Melhor Ator Coadjuvante de série de TV: John Lithgow

Melhor Animação: Up, Altas Aventuras

Melhor Ator de Série de TV de Drama: Michael C. Hall

Melhor Atriz de Série de TV de Drama: Julianna Margulies

Melhor Música Original de Filmes: ‘The Weary Kind’, do filme Crazy Heart

Melhor Trilha Sonora: Up, Altas Aventuras

Melhor Minissérie: Grey Gardens

Melhor Atriz de Filmes de Comédia e Musical: Meryl Streep, do filme Julie & Julia

Melhor Ator de Minissérie ou Filmes para TV: Kevin Bacon

Melhor Atriz de Minissérie ou Filmes para TV: Drew Barrymore

Melhor Roteiro de Filmes: Up in the Air, de Jason Reitman e Sheldon Turne


Melhor Ator de Série de TV de Comédia: Alec Baldwin

Melhor Filme Estrangeiro: The White Ribbon

Melhor Série de TV de Drama: Mad Men

Melhor Atriz Coadjuvante de Série de TV de Drama: Chkie Sevigny

Melhor Ator Coadjuvante de Cinema: Christoph Waltz

Melhor Diretor de Filmes: James Cameron

Melhor Série de TV de Comédia ou Musical: Glee

Melhor Filme de Comédia ou Musical: Se Beber, Não Case

Melhor Atriz de Filme de Drama: Sandra Bullock

Melhor Ator de Filmes de Comédia ou Musical: Robert Downey Jr.

Melhor Ator de Filme de Drama: Jeff Bridges

Melhor Filme: Avatar


Uma coisa eu vou ter que dizer, o Melhor Filme foi merecido, Avatar foi uma grande produção. apesar de ainda não ter visto [pretendo ver essa semana] teve grandes criticas!!


Nossa to falando bonito né...

Bjos Tijolinha (@tijolinha )

domingo, 17 de janeiro de 2010

Uma entrevista com L.J.Smith


Lisa Jane Smith, mais conhecida como “L. J. Smith”, é a autora da série Vampire Diaries (Diários do Vampiro, em português), que conta, até agora, com 5 volumes publicados, dos 7 que formam a saga. No Brasil, recebemos em 2009 as traduções dos 2 primeiros livros da saga “Diários do Vampiro: O Despertar” e “Diários do Vampiro: O Confronto“, tendo a previsão de lançamento do terceiro volume, “Diários do Vampiro: A Fúria” para março deste ano. O sexto livro, Shadow Souls, será publicado em fevereiro nos Estados Unidos e o sétimo e último, Midnight, está previsto para o final de 2010 nos Estados Unidos também.

Lisa começou a escrever a saga ainda na década de 90, quando também teve seus livros publicados, entretanto, apenas agora ocorreu o “boom” vampírico que deu mais destaque aos seus livros, que acabaram de se transformar em série de tv com mesmo nome. A autora conversou com o pessoal do blog Amamos a Mobília, onde contou como descobriu seu dom para escrever, falou sobre os personagens que criou e as crenças que envolvem a história.

Abaixo, você confere a entrevista na íntegra, neste Fora de Forks pra lá de especial. Créditos para a Frini Georgakopoulos.

Quando você decidiu se tornar uma escritora?

L. J. Smith: Nunca tomei essa decisão, acho que ela foi tomada por mim. Sempre fui uma contadora de histórias e antes mesmo de aprender a ler, formava poemas e histórias na minha cabeça. Assim que aprendi a ler, me deram um livro sobre mitologia grega e dali em diante, minha companhia foi formada por ninfas e deuses e todos os tipos de criaturas fantásticas. Por isso acho que nunca tive dúvida de que seria uma contadora de histórias quando crescesse.

Você se formou em literatura?

LJS: Não, porque meus pais não apoiaram por completo minha decisão. Eles não achavam que eu poderia me sustentar escrevendo livros. Por isso me formei em Psicologia com ênfase em desenvolvimento infantil. Basicamente, meu trabalho era descobrir o que fazia crianças com qualquer tipo de problema cerebral – como autismo ou outras disfunções – “funcionarem”.

Nossa, isso é muito legal!

LJS: Sim! Depois de formada, eu fui procurar pós-graduações na área e tal. Mas chegou a um ponto que eu decidi que não gostava de dissecar ratos. (risos) Não era muito feliz na parte de pesquisa, mas adorava a parte que podia interagir com as pessoas, com as crianças. Então decidi me tornar professora para crianças especiais já que tinha vasta experiência como auxiliar de ensino nessa área.

Mas durante o meu tempo na faculdade, havia escrito meus primeiros dois livros – “The Night of the Solstice” e “Heart of Valor”- . Aliás, eu comecei o meu primeiro quando ainda estava na escola. E por mais que eles não tivessem vendido bem, depois de três anos ensinando, tomei a decisão de seguir a carreira de escritora. Foi então que comecei a escrever “The Vampire Diaries” (“Diários do Vampiro”, Ed. Galera Record). Sempre soube que faria isso como hobby e tenho escrito durante minha vida inteira, com exceção de um período de dez anos, que me foi impossível escrever.

Seus pais não achavam que você poderia se sustentar como escritora. E agora?

LJS: Agora eu posso! (risos) E estou muito feliz com isso!

Qual é a ordem do seu trabalho?

LJS: Depois dos dois escritos, escrevi a trilogia “The Vampire Diaries” e, em seguida a trilogia “Secret Circle”. Mas recebi tantas cartas pedindo para que eu trouxesse Elena de volta a vida, que eu escrevi mais um livro do “Vampire Diaries”. Depois escrevi as trilogias “Forbidden Game” e “Dark Visions”, que estão sendo relançadas. Em seguida, escrevi a série “Night World”. São nove livros e estou escrevendo o décimo, que será épico, do estilo 1200 páginas! (risos). Vou amarrar todas as histórias e mostrar todos os personagens. Eu cheguei a pedir para a editora me deixar fazer dois volumes, mas eles quiseram um só e fizeram um “Companion” para os livros. Eu até estive envolvida, mas não escrevi tudo sozinha.

Personagens como Bonnie, que é bruxa, aparecem muito em seus livros. Qual a sua relação com bruxaria e ocultismo? Você acredita ou é somente bom escrever?

LJS: Não acredito nesse tipo de coisa. Só que é muito divertido escrever isso (risos). Pesquisei muito sobre Wicca para escrever “Secret Circle”. Viajei e me fiz passar por professora para ganhar um tour de graça no museu das Bruxas de Salém (risos). Pesquisei cristais e entrevistei bruxas. Pesquisei muito ervas e tive a certeza de que tudo que era descrito nos livros era inofensivo, porque não queria nenhum leitor se intoxicando caso quisesse testar o que estava no livro. Mas é só pelo prazer de escrever sobre o assunto. Não acredito nisso.

No que você acredita?

LJS: Eu acredito na verdade e na lógica. Por mais que esteja escrevendo livros sobre assuntos em que eu não acredito – como vampiros e bruxas -, alguns temas que estão lá refletem o que sinto. E graças a Deus eu tenho recebido e-mails de leitores que, por meio dos meus livros, aprenderam a valorizar mais as mulheres, a questionar autoridade, e a usarem a lógica para resolver problemas que pareciam insolúveis. É nisso que eu acredito.

Vampiros, lobisomens e bruxas pareciam somente habitar filmes e seriados de terror, mas agora eles ocupam lugar de heróis em literatura jovem adulta.

LJS: Exatamente ou como anti-herói que, no último minuto, salva os “mocinhos”. Ou até interpretam partes misteriosas porque não têm certeza de que lado querem ficar até o final do livro.

E isso instiga o leitor a querer mais e ele acaba com uma biblioteca só com livros sobre esse tipo de tema. È legal, mas a pilha só aumenta e não tem limite de idade para os leitores.

LJS: (rindo) Concordo! Eu recebo cartas e e-mails de crianças de 10 anos e de leitores adultos também. Acho incrível isso! Se tivesse um filho de 10 anos, não o deixaria ler esses livros (risos). Acho que a literatura jovem adulta está mais ousada do que era quando eu comecei a escrever. Por exemplo, tive dois editores para “Vampire Diaries” e queriam de mim cenas que eu achava que não eram apropriadas para o livro. Então ficamos um pouco em uma situação de cabo-de-guerra entre eles e eu. “Nightfall” (primeiro livro da nova trilogia de VD) não é o livro que eu gostaria que fosse. Mas “Shadow Souls”, que será lançado este ano, eu tenho total controle de criação e me sinto muito bem sobre ele. Comecei a escrever a sinopse e quando vi lá foram 350 páginas (risos). Eu acho que as pessoas vão gostar muito desse livro.

(nota: L. J. Smith enviou os dois primeiros capítulos para a repórter ao final da entrevista. Ela aprovou! “Shadow Souls” promete!)

E depois eu não sei o que farei, porque tenho idéias para “Vampire Diaries”, para “Night World” para tantos outros! E um dia gostaria de escrever para adultos! (risos)

A segunda trilogia de “Vampire Diaries” está mais sombria e mais madura do que a primeira.

LJS: Sim. Na primeira eu deixei meus editores tornassem tudo menos maduro. Por exemplo, originalmente, nos primeiros livros, quando Tyler leva Elena para o cemitério é com a intenção de tomar vantagem dela. Os editores mudaram para que, em um momento bêbado, ele acidentalmente rasga o vestido dela. Esse foi o tipo de coisa que fizeram. Em contrapartida, os editores que eu tenho agora querem que eu seja madura demais, então estou no meio do caminho e acho que está dando certo.

E de onde vêm tantas ideias? No seu site diz que você tem algumas enquanto está dormindo.

LJS: Sim, mas não sou nenhuma profeta (risos). Tenho algumas idéias quando estou dormindo, mas são momentos que me instigam a desenvolver histórias. Nada sai totalmente pronto da minha cabeça como Atena da cabeça de Zeus (risos). Eu gosto de passear e observar pessoas, o meio ambiente. Converso muito com minha irmã e meus amigos, troco idéias e apresento os problemas que tenho para que me ajudem. E sempre funciona.

Entre as duas trilogias de “The Vampire Diaries”, são quase 10 anos. Qual foi a razão de retomar a série agora?

LJS: Esses foram os dez anos que mencionei quando não escrevi absolutamente nada. Meu cunhado foi diagnosticado com um câncer extremamente sério e os médicos não acharam que ele iria se recuperar. Foram oito anos de luta e cirurgias e ele está vivo e bem, graças a Deus. Infelizmente, todos os pacientes com o mesmo problema em seu grupo de apoio, faleceram e ele foi o único a sobreviver. Durante esse tempo, larguei tudo para ficar com a minha irmã, Judy, e dar todo o meu apoio a ela e aos meus dois sobrinhos. Logo em seguida, o câncer levou a vida de minha mãe, mas acho que foi ela, como um anjo, que me deu a força e a inspiração para voltar a escrever. Voltei a escrever e os primeiros trabalhos foram poemas sobre ela. Aos poucos, os livros foram voltando pra mim. Prometi a ela que levaria flores em seu túmulo toda vez que algo bom acontecesse com meus livros. Bem, o túmulo dela recebe flores quase que semanalmente agora.

Como “The Vampire Diaries” foi das páginas para a TV?

LJS: Não faço idéia! Eu sei que a CW (emissora que transmite a série nos EUA) e a editora já tinham um relacionamento, pois “Gossip Girl” também teve o mesmo caminho.

Você se animou com o projeto do seriado?

LJS: Preciso confessar que eu não sou uma pessoa que gosta de televisão. Eu nem tenho um aparelho decente de televisão! Eu passo o meu tempo, lendo, escrevendo ou saindo e decidi já há algum tempo que os seriados que estava vendo não estavam valendo a pena, então parei de assistir TV (risos).

Mas estou no meio termo quanto ao seriado. Estou feliz pela divulgação que faz dos livros – se as pessoas não gostarem do seriado ou gostarem, os livros são diferentes, então é boa publicidade de qualquer maneira. Mas também não estou feliz por fazerem. Sei que são competentes, mas mudaram muitas coisas. Uma delas são drogas. Eu não queria meus personagens envolvidos com drogas, mas … o seriado não é trabalho meu, então não devo me preocupar. Só não quero que seja uma má influência nas pessoas.

Você se envolveu na adaptação para a TV?

LJS: Não. Acho que se tivesse me envolvido, as alterações que fizeram me deixariam frustrada. Um colega autor me disse que a maioria dos autores não é consultada para as adaptações de suas obras – para TV ou filme. Provavelmente a única exceção seria J. K. Rowling, que tem 100% de colaboração.

Qual o seu personagem favorito para escrever?

LJS: O mesmo da maioria: Damon. Adoro escrevê-lo! E ele vai passar por momentos complicados psicologicamente nos próximos dois livros. Vou falar uma coisa que não disse a ninguém: ele vai virar humano! E não saberá como lidar com isso. Mas é claro que ele voltará a ser vampiro antes do final. Vou apresentar um personagem novo que será o responsável por transformar Damon em vampiro novamente. Mas acho que essa mudança fará com que Damon e Bonnie se aproximem mais. E eu recebo muitos e-mails dizendo que pessoas vão se matar se esses dois não ficaram juntos enquanto outros pedem para que ele fique com Elena. Vai ser interessante ver o que as pessoas vão achar (risos). Eles se envolvem tanto com os personagens!

Sim, as pessoas se envolvem demais! E isso já deu o que falar com a escolha da atriz que interpreta Elena e o sumiço de Meredith e a escolha para Bonnie.

LJS: Eu realmente fui contra Elena ser morena na série, mas o projeto é deles, então. Já sobre a Meredith, se me perguntassem quem deve ser retirada, eu a escolheria. Ela não tem outro propósito a não ser uma grande amiga. Eu não espero que eles (produtores) dêem valor a isso. Mas entre tirar uma amiga, uma que faz profecias (Bonnie), Meredith realmente pode não aparecer. O que será, será.

Vampiros estão na moda agora – tanto no cinema quanto na TV e na literatura. Embora “Vampire Diaries” tenha sido publicado em 1990, os “louros” de ter lançado a moda vão para “Crepúsculo”. As pessoas comparam o seu trabalho com o de Stephenie Meyer, por exemplo?

LJS: Eu recebi um e-mail de um leitor me chamando de criatura infernal porque eu havia roubado tudo que era bom em “Crepúsculo” e colocado em meus livros. Eu respondi a ele com uma simples frase: “Verifique a data de publicação”. (risos). Ele foi decente o suficiente para escrever de volta, se desculpando por tudo. Sinceramente, se pessoas querem comparar, basta verificar a data de publicação.

Quantos livros você ainda pretende escrever para “The Vampire Diaries”?

LJS: Ah, eu tenho idéias intermináveis para livros. Vou escrever mais dois volumes de “Vampire Diaries” nessa trilogia e um livro de contos sobre a saga, que eu chamo de “Prequels and Sequels”. São, em maioria, histórias do que aconteceu antes da saga, com informações sobre o que Damon estava aprontando antes de ir para Fell’s Church.

Quero apresentar um novo personagem em “Vampire Diaries” – Gareth. Ele é bem alto e seu cabelo vai até sua cintura, repleto de nós, quase como dreadlocks. Sempre usa calças de couro, mas nunca camisa alguma (apenas um sobretudo leve para ocasiões formais). Ele é “malhado” e é do País de Gales, bastante durão e sem regras. Anda sempre acompanhado de um cachorro preto capaz de atacar em um estalar de dedos de Gareth. Damon transformou Gareth em um vampiro.

Gostaria de mandar uma mensagem para seus fãs brasileiros?

LJS: Ah, sim, para os meus brasileiros! Muito obrigada pelos e-mails! A mensagem para eles seria para lerem, por favor. É a chave para o mundo. E eles podem fazer o que quiserem em seus futuros se tudo que fizerem é aprenderem a pegar um livro e ler e passar a ler então outros livros. O mundo será sua ostra.


Tudo bem, eu odeio essa serie, ma s tem gente que gosta...

Axo a Elena uma baita de uma mosca morta...

Mas pesso pra nossas leitoras fãs da saga que me perdoem...

Eu realmente não gosto dessa serie...

Sou tão desinformada sobre ela que nem sabia que L. J. Smith era uma mulher...

Mas pra quem curte a serie, ai esta uma maravilhosa entrevista com essa mulher de puro talento [isso eu sei que ela tem]



Fonte: http://foforks.com.br/ - Foforks